Gama

Gama impulsiona a economia do Entorno

A segunda Região Administrativa do Distrito Federal nasce em terras onde antes eram as fazendas Gama, Ponte Alta, Ipê e Alagado. Em 1960, forma-se o povoado que deu origem ao que hoje é o Gama.

A cidade acolheu as famílias de uma invasão situada na barragem do Paranoá, além dos moradores transferidos da Vila Planalto e da Vila Amauri (que foi submersa pelas águas do lago Paranoá) e dos habitantes do Setor de Indústrias de Taguatinga.

Essa RA é formada por áreas urbana e rural. A área urbana divide-se nos setores Norte, Sul, Leste, Oeste e de Indústria. A área rural é composta pela Colônia Agrícola Ponte Alta, pelo Córrego Crispim e pelos Núcleos Rurais Monjolo, Ponte Alta de Baixo, Ponte Alta Norte, Alagado e Casa Grande.

GAMA

População 150 mil habitantes
Área 276,30 km•
Orçamento (2012) R$ 19 milhões
Administrador Márcio Palhares de Oliveira

O Gama está localizado a 30 km de Brasília, entre duas importantes rodovias federais (BR-060 e BR-040) ligadas pela DF-290. Conhecida como a capital do Entorno, é polo econômico e geográfico para cidades goianas vizinhas (Novo Gama, Valparaíso, Cidade Ocidental, Luziânia e Santo Antônio do Descoberto). A maioria da população é de classe média. A renda média é superior a seis salários mínimos por família, conforme pesquisa da Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan) em 2011.

Gama (Foto: Augusto Areal)

Praticamente metade dos moradores da cidade (41%) trabalha no Gama. Além do funcionalismopúblico, ocomércioconsolidadoéaprincipal atividade econômica, movimentando 6,5 mil empresas. Há faculdades, bancos, indústrias e o Gama Shopping, com 419 lojas. Também estão presentes redes de academias, farmáciase supermercados. O setor da indústria do Gama foi transformado em área mista, possibilitando a incorporação de empreendimentos comerciais e habitacionais.

Além das potencialidades econômicas, o Gama ganhou projeção nacional graças ao futebol. No fim da década de 1990, a Sociedade Esportiva do Gama escreveu seu nome entre os grandes do país, vencendo competições e grandes times do eixo Rio-São Paulo. O Estádio Valmir Campelo Bezerra, mais conhecido por Estádio do Bezerrão, é sede de jogos do clube, e por sua estrutura de alto nível chegou a ser utilizado até mesmo pela Seleção Brasileira em 2008 em um jogo amistoso contra Portugal. A arena multiuso possui um anfiteatro e um espaço para a realização de shows.

A cultura da cidade é expressa por meio de feiras e festivais periódicos, mas também pelos movimentos culturais locais. O Festival Popular da Música do Gama, por exemplo, reúne artistas há 27 anos. A Feira de Arte e Amostra do Gama (FAA Gama), criada para comemorar o aniversário da cidade, em 12 de outubro, está na 52ª edição. Outro destaque é o Arte nas Feiras, projeto estabelecido nas cinco feiras da cidade que promove os movimentos culturais de raízes nordestinas.

A população do Gama tem à sua disposição os seguintes equipamentos culturais: Teatro Galpãozinho; Teatro Espaço Semente; Centro Cultural do Gama; Auditório da Administração; e a Biblioteca Pública do Gama. Além disso, existem entidades reconhecidas que desenvolvem ações socioculturais nas comunidades, chamadas de pontos de cultura. Na Região Administrativa do Gama existem dois pontos de cultura: a Rede Ação Cultural do Gama e a Bagagem Cia de Bonecos. O primeiro conta com estúdio digital, telecentro e mala do livro. O segundo realiza espetáculos, oficina de circo e confecção de bonecos. O intuito é fomentar a cultura como expressão simbólica.

Administração Regional: 
Área Especial s/n – Setor Central
Gama-DF, CEP: 72045610
Fones: (61) 3484-9905/3484-9903
Faxs: (61) 3489-9944/3489-9940
E-mail: admregional@gama.df.gov.br
Site: www.gama.df.gov.br