Taguatinga

Taguatinga é o maior polo comercial do DF

Fundada em 1958 e reconhecida como cidade em 1970, a Região Administrativa III foi batizada de Vila Sarah Kubitschek, depois como Santa Cruz de Taguatinga e por fim Taguatinga. Criada em função do superpovoamento da Cidade Livre (Núcleo Bandeirante) e projetada no Plano Urbanístico de Brasília para ser uma cidade dormitório, desde o povoamento Taguatinga contempla estrutura de cidade desenvolvida. Apenas seis meses depois da instalação dos primeiros moradores por lá já funcionavam escolas, hospitais e estabelecimentos comerciais e havia casas para professores.

Devido ao grande crescimento populacional as cidades foram desmembradas, e a partir de Taguatinga originaram-se novas Regiões Administrativas, como Ceilândia e Samambaia, que faziam parte da RA III até 1989. Em 2003, foi desmembrada de Taguatinga a Região Administrativa de Águas Claras e, em 2009, a RA XXX – Vicente Pires. Tantas alterações na fisionomia da cidade obrigam Taguatinga a conviver com uma série de indefinições territoriais. Hoje ela se divide em Setor de Chácaras, Setor de Mansões de Taguatinga, Taguatinga Centro, Norte e Sul e o Setor M Norte.

Considerada a capital econômica do Distrito Federal, com 12 mil empresas, 100 mil trabalhadores e um comércio que abastece a população local, estimada em 221 mil habitantes, a cidade desenvolveu atividades diversificadas e tornou-se autossuficiente em quase tudo. Taguatinga oferece oportunidades de trabalho em lojas, atacados, fábricas, hotéis, faculdades e hipermercados. De acordo com dados da Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan), em 2011, de 41,7% da população que exerce uma atividade remunerada, 28,7% desenvolve atividades no comércio.

A Avenida Comercial, centro nervoso do comércio da cidade, é dividida em Central, Norte e Sul. O marco, no entanto, é a Praça do Relógio, ponto turístico e cultural – lá está a Administração Regional e a estação do metrô. Na praça são realizadas feiras de artesanato uma vez por mês, sempre na segunda semana.

Nas avenidas comerciais é possível encontrar lojas de roupas, eletrodomésticos, móveis, calçados, artigos para festas, atacado de confecções. De acordo com a Associação Comercial, são 12 mil lojas. O edifício TaguaCenter, referência recente para prestadores de serviços e profissionais liberais, está localizado em Taguatinga Norte. Inaugurado em 1973, o centro comercial é constituído de 120 lojas. É próximo ao prédio que acontece toda quarta-feira a Feira dos Goianos, famosa pela variedade de roupas e acessórios vendidos a preços populares.

A cultura do comércio de rua só enfrenta a concorrência com os dois shoppings da cidade: o Taguatinga Shopping – localizado às margens do Pistão Sul (com 240 lojas em funcionamento) –, e o Alameda Shopping, o mais tradicional – localizado na Avenida Comercial Sul (com 120 opções).

Taguatinga também conta com os distritos industriais importantes localizados entre as avenidas Sandu Norte e Hélio Prates, próximos da BR-060, que liga Brasília a Goiânia. O setor H Norte, próximo à BR-070 (saída para Águas Lindas), é ocupado por oficinas mecânicas.

Entre as opções culturais em Taguatinga, o Pistão Sul é a principal referência. Casas noturnas disputam a atenção de quem quer diversão sem gastar muito. Na Avenida das Palmeiras, onde estão concentrados bares com música ao vivo, o foco está nos jovens e no público de classe média.

A cidade também abre espaços para feiras típicas ou temáticas na Praça do Bicalho e na Praça do DI, localizadas entre a Avenida Comercial Norte e o Pistão Norte, onde podem ser encontrados produtos hortifrutigranjeiros e comidas típicas. Há ainda estruturas esportivas, igrejas, posto policial e escolas.

Os movimentos populares organizados são outro diferencial da cidade. Desde 1983, quando aconteceu a 1ª Semana de Arte e Cultura de Taguatinga, associações, sindicatos, federações e centros culturais foram criados. Ao longo de seus 54 anos, Taguatinga enraizou culturas e costumes, abrindo espaços para artistas e viabilizando intercâmbios culturais.

Atualmente os pontos de cultura e os grupos culturais estão concentrados no Mercadão Sul, chamado de “Berço da Cultura”. Cada ponto expressa e preserva uma raiz cultural. O Ponto de Cultura Invenção Brasileira trabalha com oficinas e confecções como arte em reciclagem, produção de mamulengos, artesanato, design gráfico e cine clube. Por sua vez, o Ponto de Cultura Cia Artcum oferece oficinas de teatro e oficinas Luthieria voltado para instrumentos de percussão.

Praça do Relógio no centro de Taguatinga (Foto: Wikipédia)

Entre os blocos de folia de rua destaca-se o Grêmio Dramático, Recreativo e Carnavalesco Mamãe Taguá, criado em 1995. Nele desfilam 22 bonecos gigantes que caracterizam os construtores de Brasília. O bloco preserva a cultura nordestina.

Na arte cinematográfica, o Festival Taguatinga de Cinema está consolidado, brindando o público com palestras, workshops e atrações culturais. Local de encontro de estudantes, amantes de cinema, de artistas e da comunidade, o festival ocorre em junho, mês do aniversário da cidade, e dura seis dias.

O Ponto de Cultura Tribo das Artes, por sua vez, exalta a cultura popular por meio de saraus e recitais onde são apresentados poesias de cordel, artesanatos, mamulengos, repentistas, bonecos gigantes e músicas regionais. Essas apresentações ocorrem mensalmente com o objetivo de divulgar os trabalhos artísticos dos agentes culturais. A associação cultural desenvolve oficinas voltadas à cultura digital, produção de documentários, projeção de curtas-metragens, publicação de revistas, entre outros eventos.

A estrutura urbana de Taguatinga é composta de 65 instituições educacionais públicas; uma biblioteca pública; uma biblioteca Braille; quatro praças; sete parques ecológicos; um Batalhão de Incêndio (2º BGM/Taguatinga, CBMDF); um Batalhão da Polícia Militar (2º BPM); três Delegacias de Polícia: 12ª, 17ª e 21ª DPs; oito centros de saúde e dois hospitais.

Administração Regional: 
Área Especial – Praça Central
Taguatinga-DF, CEP: 72018-900
Fones:(61) 3451-2504/3451-2500 / 3451-2505
Fax: (61) 3351-7077
E-mail: admregional.taguatinga@gmail.com
Site: www.taguatinga.df.gov.br