Fercal

Indústria do calcário deu origem à Fercal

Uma antiga área localizada entre Sobradinho e Sobradinho II tornou-se a 31ª Região Administrativa do Distrito Federal. Nascida há mais de quarenta anos, quando os funcionários da fábrica de cimento se instalaram na área, a RA é formada por 14 comunidades, das quais seis são rurais e as demais, urbanas. Segundo dados cadastrais do sistema de abastecimento de água dos poços artesianos administrados pelas associações das comunidades, sob a assistência técnica da Caesb, a Fercal tem aproximadamente 29 mil habitantes.

A RA XXXI tem características peculiares. A cidade desenvolveu-se em conjunto com os moradores, com a comunidade escolar e com os empreendedores locais que sempre empenharam esforços para preservar a cultura local. Um exemplo é a Rádio Comunitária 98.1 FM. O veículo de comunicação presta serviços de utilidade pública em todos os segmentos explorados na cidade.

A Fercal conta com uma cultura bem consolidada. Entre várias comemorações e festividades, destacam-se homenagens religiosas como a Folia de Reis, a Folia do Divino e dos Arraiás. Nas festas tradicionais destacam-se o aniversário da cidade e a Festa da Pamonha.

A cidade é cenário de manifestações que buscam resgatar e preservar culturas, como o Grupo das Rezadeiras, os Grupos de Catiras e os Grupos de Cavalgadas. Além disso, a comunidade conta com a Feira de Empreendedores e Produtores Rurais aos domingos, a Feira Cultural, realizada quinzenalmente às sextas-feiras, e o Campeonato Anual de Futebol Amador.

A RA está situada às margens da Área de Proteção Ambiental – APA Cafuringa, que é rica em recursos minerais. O calcário contribui para o crescimento socioeconômico e cultural da cidade. A Fercal é a primeira cidade operacional do Distrito Federal, devido às grandes e pequenas empresas instaladas. Essas empresas produtoras de cimento e asfalto a tornam a segunda maior geradora de impostos no DF. A mão de obra é direcionada aos trabalhadores locais, diminuindo o desemprego da região.

O potencial turístico é enorme, e as condições, privilegiadas. Há cachoeiras, grutas, cavernas, riachos, trilhas e as áreas de proteção ambiental. A marca do setor é o ecoturismo.

A cidade é composta de dez escolas públicas (ensino fundamental e médio), uma praça, um espaço para eventos com palco fixo, um campo de grama sintética, quatro quadras poliesportivas, quatro postos de saúde, um Centro de Referência Assistência Social (CRAS), um posto policial, uma feira livre e uma feira cultural.