Warning: mysql_close(): no MySQL-Link resource supplied in /home/storage/2/32/fd/anuariododf/public_html/wp-content/themes/anuariododf/functions.php on line 1273
 Destinos prioritários para a Copa | Anuário do DF

Destinos prioritários para a Copa

Potenciais turísticos

Brasília

Brasília é uma das cidades-sede da Copa do Mundo de 2014, evento que vai impulsionar o desenvolvimento e a melhoria dos setores de turismo e de serviços na capital federal, com a capacitação de profissionais e investimentos em novos empreendimentos. O Ministério do Turismo estima que 600 mil estrangeiros e 3 milhões de brasileiros circularão pelo Brasil no mês da Copa, totalizando 7,8 milhões de viagens domésticas no período.

O Ministério também listou 184 destinos turísticos em municípios distantes até três horas por via terrestre ou até duas horas por via aérea das 12 cidades-sede da Copa do Mundo de 2014 (Belo Horizonte, Brasília, Cuiabá, Curitiba, Fortaleza, Manaus, Natal, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo). A iniciativa visa a incentivar o visitante a conhecer os atrativos localizados no entorno das sedes, aumentando o fluxo turístico, a distribuição de renda e a geração de emprego.

Os estudos do Ministério do Turismo indicam que cada estrangeiro realizará três viagens, em média, pelo Brasil durante o mês da Copa do Mundo. Com base nisso, foram selecionados locais em um raio de 300 km das cidades-sede. Os destinos incluem os segmentos sol e praia, ecoturismo, aventura, esporte, cultura, negócios, eventos e gastronomia. As localidades selecionadas terão preferência na destinação de recursos e no destaque da promoção oficial. O investimento em campanhas e convênios para a promoção desses destinos turísticos deve, neste ano, aproximar-se de R$ 151 milhões, mesmo valor investido em 2011.

Brasília já é uma cidade que recebe bem o turista de negócios e de lazer. Há muitos espaços culturais na capital federal que reúnem a diversidade brasileira. O clima – com longos períodos sem chuva – contribui para a prática de atividades ao ar livre em parques e mesmo nas áreas verdes das quadras residenciais.

A hotelaria atende aos melhores padrões de serviço mundiais. A rede hoteleira da cidade conta com hotéis administrados por bandeiras nacionais e internacionais. Alguns dos principais empreendimentos ficam próximos dos melhores parques ou dos atrativos urbanos da cidade. Sede de eventos nacionais e internacionais, Brasília dispõe de auditórios, clubes sociais, estádios, ginásios de esportes, salas e espaços em hotéis, business centers, salões de festas, salas de espetáculos, parques de exposições e mansões para encontros.

Brasília também oferece facilidades para quem viaja para comprar. São inúmeros shoppings que oferecem lojas e marcas para atender a todos os desejos de consumo. Há também centros comerciais nas quadras comerciais. Outra experiência interessante de compras pode ser vivida em feiras, como a BSB Mix, a Feira dos Importados e a Feira da Torre, que reúne artesanatos e pratos típicos de todo o Brasil.

Há muito a fazer em Brasília, por isso as agências de receptivo local oferecem roteiros e atividades ligadas aos principais temas da cidade, como o turismo cívico-arquitetônico, o ecológico-rural e o místico-religioso. Outro tema cada dia mais evidente no cenário de Brasília é o turismo cinematográfico, que procura promover a cidade como espaço de locação para produções audiovisuais e leva os visitantes a conhecer os lugares onde foram filmadas diversas produções.

Para quem quer ficar mais tempo na região, Brasília é o ponto de partida para interessantes destinos turísticos de Goiás. Em um raio de 200 km podem ser conhecidos lugares de ecoturismo e aventura, como a Chapada dos Veadeiros, inserida na Reserva da Biosfera, e Pirenópolis, patrimônio histórico e artístico nacional, que também oferece opções de passeios na natureza, com cachoeiras e trilhas pelo cerrado.

Quem visita Brasília, seja a negócios ou por lazer, volta para casa com uma ótima impressão da capital, reflexo de uma estrutura turística organizada, com atrativos relacionados ao patrimônio histórico e arquitetônico do país.

Os pontos positivos, analisados pelos turistas, são a qualidade do atendimento nos hotéis, pousadas e flats e a iluminação pública. Eles reprovam os preços cobrados no transporte e na alimentação e reclamam da fluidez no trânsito. A boa impressão é citada por 87,24% dos visitantes de negócios e por 85,17% dos turistas de lazer.